dicas para fazer naked cake

5 dicas para fazer o naked cake perfeito

Há algum tempo, se alguém falasse em vender um bolo sem cobertura, para eventos simples ou mais glamourosos, muitas pessoas diriam ser impossível. Mas como você já sabe, o universo da confeitaria está em constante transformação. Prova disso é o surgimento do naked cake, há cerca de 10 anos.

O “bolo pelado” tem mesmo um charme diferenciado, mas existem dicas para fazer naked cake e acertar tanto no visual quanto no sabor. Afinal, como sabemos, não basta ser bonito. O produto também tem que ser delicioso para manter a sua empresa viva por muitos anos.

Por esse motivo, vamos contar alguns segredos para fazer a receita perfeita. Acompanhe e não deixe a sua marca de fora dessa tendência que não tem hora para ir embora!

1. Escolha da massa

Como o naked cake não vai contar com a estrutura de uma cobertura para se manter estável, o primeiro cuidado deve estar na massa. Nesse caso, as melhores opções são aquelas mais encorpadas (e não tão fofinhas), como o clássico pão de ló.

Também é preciso muita atenção ao desenformar. Bordas quebradas não serão permitidas porque todas as laterais ficarão expostas. Portanto, tenha bastante cautela ao untar e escolher as formas.

2. Cuidados com a calda

Molhar demais a estrutura do bolo pode fazer com que ele desmonte antes da hora. Por isso, tenha muito cuidado com caldas, caso escolha umedecer a massa de alguma forma.

Outro ponto de atenção é que muitos naked cakes são decorados com frutas, o que torna o trabalho mais primoroso. O risco de estragar o bolo aumenta, já que algumas frutas podem soltar bastante água, deixando a massa molhada, sem estrutura e manchada (além de propensa a estragar nos dias mais quentes).

3. Tipos de recheio

A consistência dos recheios também deve ser mais firme, como uma ganache ou brigadeiro encorpado. Dessa forma, o creme vai ajudar a segurar e “colar” o bolo. Uma dica para dar tudo certo nessa etapa de preencher as camadas é esperar a massa e o recheio esfriarem.

Assim, será possível cortar as camadas da massa de forma simétrica e nivelada, bem como trabalhar o recheio com mais precisão, valorizando o visual e a quantidade.

4. Tempo de geladeira

Apesar de não haver regras definidas sobre levar ou não um nake cake para a geladeira, é preciso considerar que alguns tipos de recheios acabam cristalizando quando refrigerados, como é o caso do brigadeiro. Outros tendem a endurecer muito, a exemplo de ganaches ou goiabadas.

Todos esses fatores podem prejudicar o sabor e a aparência do bolo. Afinal, imagine tentar partir uma receita sem cobertura, com a massa exposta e um recheio muito duro?

5. Atenção ao transporte

Muitas pessoas optam pelos naked cakes em suas festas de aniversário ou casamento. Ou seja, são camadas e mais camadas de bolo empilhadas sem muito suporte.

Por isso, é preciso que você tenha a estrutura necessária para garantir o transporte do produto com segurança, antes de fechar a venda. Se o bolo tiver muitas camadas, o ideal é terminar a montagem e a decoração na mesa em que ele vai ficar.

Essas foram algumas dicas para fazer naked cake e garantir um resultado de qualidade. Lembre-se de escolher a massa adequada, acertar a temperatura e cuidar do timer do forno para que nada queime ou resseque. Também tenha cuidado ao desenformar, cortar as camadas e colocar os recheios.

Gostou deste conteúdo? Para contar sempre com produtos de qualidade em suas receitas, contate o fornecedor certo! Fale agora com a equipe da Mago e veja como podemos ajudar!