Desinfecção de ambientes: 4 dicas para garantir a limpeza do local

Diante do momento atual, quando o Brasil e o mundo enfrentam um desafio em comum, que é a pandemia da Covid-19, a conscientização e a contribuição de todos nunca foi tão necessária.

É um cenário que afetou a rotina de todos, inclusive das atividades econômicas, em que muitas empresas tiveram que fechar e as que prestam serviços essenciais precisaram adotar práticas específicas, como a desinfecção de ambientes.

Todos sabemos que a desinfecção de ambientes não é uma limpeza comum e exige técnicas para ser eficiente. Você sabe como fazer isso corretamente? Confira neste post 4 dicas incríveis para eliminar a proliferação dos microrganismos!

A importância da desinfecção de ambientes

Um dos principais causadores de doenças não são visíveis a olho nu — os microrganismos — que estão em toda a parte e se não forem eliminados, podem trazer malefícios à saúde.

A desinfecção de ambientes é uma limpeza profunda que consegue extinguir germes das superfícies e evitar o contágio por meio do contato, configurando uma atitude essencial para preservar a saúde de todos que frequentam um estabelecimento.

Em um momento delicado de quarentena necessária para conter a pandemia, alguns comércios são essenciais e continuaram funcionando para suprir as necessidades da população.

Por esse motivo, manter os ambientes desinfetados é extremamente importante para contribuir e eliminar qualquer risco à saúde, além de conter o avanço da Covid-19, proporcionando mais segurança para clientes e funcionários.

4 dicas para uma desinfecção de ambientes eficiente

Desinfectar um ambiente não é apenas uma limpeza simples, ou seja, é preciso aplicar técnicas e produtos corretos para garantir bons resultados à remoção dos microrganismos causadores de doenças. Veja 4 dicas importantes para ter toda a eficiência!

1. Siga as recomendações

Como não se trata de uma limpeza comum, que remove apenas sujeiras visíveis, siga religiosamente as recomendações, seja as expressas nos produtos ou relatadas por profissionais qualificados.

2. Crie uma rotina de desinfecção

Manter um ambiente desinfectado e livre de doenças é um trabalho que deve ser frequente. Por isso, estabeleça um cronograma de desinfecção com sua equipe para se certificar de que todos os riscos serão eliminados. Assim as pessoas se sentirão mais seguras para frequentar o estabelecimento.

3. Adquira os produtos certos

Os produtos para desinfetar um ambiente foram desenvolvidos com a finalidade de eliminar fontes causadoras de doenças e são diferentes dos utilizados para uma limpeza simples. Portanto, utilize produtos adequados para garantir que o ambiente realmente esteja desinfectado.

Por exemplo, uma solução de hipoclorito de sódio 2,5%, também conhecida como água sanitária, diluída na proporção de 25 ml em 1 l de água, para limpeza de superfícies e do chão do estabelecimento. Além disso, o álcool 70% gel ou líquido, além da água e sabão, devem ser disponibilizados para que clientes e funcionários higienizem as mãos.

4. Priorize a desinfecção de superfícies

Em estabelecimentos comerciais sempre há fluxo de pessoas e é preciso um planejamento estratégico para um processo de desinfecção eficiente. Dê prioridade para as superfícies com as quais os clientes têm mais contato — defina no seu cronograma uma descontaminação mais frequente nesses espaços.

Compartilhar boas práticas é o segredo para superar esse desafio

As atitudes adequadas sempre devem ser compartilhadas para incentivar outras pessoas a serem mais responsáveis e assim fazerem a diferença, sobretudo, durante o período de pandemia.

Além da imagem de zelo em relação aos clientes, as boas práticas proporcionam segurança e despertam a atenção de todos para a conscientização sobre os riscos à saúde e a importância do bem-estar alheio.

Portanto, investir na desinfeção de ambientes é fundamental para garantir a satisfação e fidelização dos clientes, além da motivação da equipe para desempenhar bem o trabalho — a higienização é o melhor combate às possibilidades de contágio de doenças tão agressivas como a Covid-19.

Curtiu o post? Que tal ajudar a disseminar boas ideias para a sua rede de relacionamentos? Compartilhe esse post nas redes sociais e permita que mais pessoas tenham acesso a informações relevantes para a qualidade de vida!