curva abc

Curva ABC: saiba o que é e como aplicar no seu negócio

Lidar com estoque pode ser complicado para os profissionais que não têm tanta experiência. A curva ABC é um método frequentemente utilizado para manter a sua confeitaria com os produtos essenciais, evitando que eles faltem. Afinal, um item indisponível pode resultar em menos compras e na insatisfação dos clientes.

De forma geral, todo o empreendimento pode ser prejudicado se não houver uma boa gestão de estoque, ou seja, que identifique os itens mais importantes. Ter um gerenciamento efetivo pode determinar o faturamento mensal do seu negócio e a fidelização de novos clientes.

Vamos conhecer um pouco mais sobre essa curva e como ela pode ser aplicada na sua confeitaria? Venha com a gente para descobrir!

O que é curva ABC?

A curva ABC é um método de classificação utilizado por empreendedores de diversos setores. Eles agrupam as mercadorias de baixa, média e alta procura individualmente relacionando aos valores que entram no caixa da empresa. Ter esse controle é indispensável para preservar o estoque e cuidar das finanças da confeitaria, além de desviar de contratempos.

A análise desse tipo de curva é importante para reconhecer quais mercadorias estão com risco controlado. Por outro lado, os empreendedores identificam o melhor momento para entrar em contato com os fornecedores. Isso costuma ser feito para suprir uma falta momentânea de itens de alta demanda e manter tudo em ordem na empresa. É ideal ter uma gestão do estoque para garantir todas as possíveis vendas.

Como a curva ABC é estruturada?

A curva ABC consiste em três grupos, cada um indicando uma porcentagem específica e custos de um determinado produto. Ela é representada em um gráfico de barras em que cada barra retangular representa algo específico. Por exemplo, a barra vertical indica a receita e a barra horizontal mostra a quantidade de produtos. A leitura do gráfico é feita analisando as categorias e o valor dos produtos.

Como mencionamos, cada letra da curva ABC determina a relevância de uma mercadoria. O grupo A refere-se aos 20% dos itens que representam 80% do custo. Em seguida, temos o grupo B que representa 30% dos itens que representam 15% do custo. Por último temos o grupo C, que tem as maiores proporções, com 50% dos itens representando 5% da receita.

Como a curva ABC pode ser aplicada em confeitarias?

A melhor maneira de aplicar a curva ABC em confeitarias é acompanhar as vendas e a procura dos clientes pelos seus doces e pães. Comece pelo produto de baixo custo e de altas vendas, como é o caso do pão francês. Essa é uma produção fácil e gera uma boa renda para os profissionais. Depois, basta analisar as mercadorias de alto custo que proporcionam baixo ou pouco retorno financeiro à empresa.

Agora você já sabe como a curva ABC funciona, além de estar ciente como ela pode ser aplicada no seu negócio. Coloque o seu plano de estoque em prática na confeitaria e esteja sempre a postos para atender seus clientes e vender mais. Desse modo, a economia da sua empresa vai crescer a todo vapor.

O que achou do texto? Se você gosta do conteúdo do blog, precisa acompanhar as próximas atualizações em nossa página. Agora que estamos no final do artigo, assine a newsletter! É a melhor forma de ficar por dentro de tudo sobre produtos para confeitaria e dicas corporativas.