Entenda qual a diferença do aroma para a emulsão saborizante

É cada vez mais comum no mercado de alimentação o uso de aromatizantes e saborizantes nos alimentos, para potencializar o sabor e cheiros característicos. O uso dessas substâncias é de suma importância para que o alimenta ganhe a identidade final, pois, como sabemos, o aroma é um fator importante para o paladar, ou seja, ajuda na conquista dos clientes.

No ramo da confeitaria, o uso de emulsões saborizantes, por exemplo, pode aumentar consideravelmente as chances de vendas de um bolo, pois, o aroma característico irá se aliar à boa aparência do produto, o que poderá induzir, de modo positivo, a decisão de compra do clientes. O importante da utilização do aromatizante e da emulsão saborizantes, é o confeiteiro saber a hora certa de usar um e outro.

Neste post, vamos entender a diferença do aromatizante para a emulsão saborizante. Confira!

O que é aromatizante?

Os aromatizantes são substâncias utilizadas para oferecer um determinado sabor e aroma aos alimentos. Ele é produzido a partir da mistura de substâncias que trazem certas propriedades aromáticas que potencializam o aroma e o sabor dos alimentos. 

Podem ser naturais, artificiais, idênticos aos naturais — quando são produzidos com uma estrutura química igual ao do elemento natural —, e os naturais reforçados, que são os naturais que trazem substâncias sintéticas.

O que é uma emulsão saborizante?

A emulsão saborizante é um produto de qualidade superior para a aprimorar o sabor e o aroma de preparos alimentícios. Isso porque, essa fórmula é super concentrada e cremosa, que pode ser utilizada para a produção de doces, bolos, pães, recheios, glaces e até para a saborização de pipocas doces. Você pode achar emulsões saborizantes no sabor de limão, pão de mel, leite, coco e baunilha.

Por que servem os aromatizantes e saborizantes?

A principal função dos aromatizantes e saborizantes é entregar para o consumidor uma experiência de sabor que passe uma identificação imediata do produto, isso faz desses produtos um excelente recursos para os bons confeiteiros, que podem potencializar a qualidade dos seus bolos escolhendo os fornecedores certos.

Embora o aromatizante cumpra o seu papel, eles não trazem a potência de aroma e sabor concentrado que uma emulsão saborizante traz, que pode levar o seu bolo a um nível mais alto. As duas opções são válidas, mas a emulsão ganha pela qualidade final.

Os aromatizantes e saborizantes são regulados?

Sim, como são produtos alimentícios, os aromatizantes e saborizantes são regulados pela ANVISA — Agência Nacional de Vigilância Sanitária — pela Resolução de Diretoria Colegiada nº 2 de 2007. Essa norma tem como base a regulamentação e a inspeção dos tipos de aromatizantes e saborizantes existentes.

Além disso, essa regulamentação traz uma classificação dos aditivos, dos aromatizantes que são permitidos e listas as substâncias que podem ser utilizadas para a produção desses produtos. Tudo isso contribui para uma maior segurança de quem faz e de quem come os alimentos. 

Como vimos, embora tenham funções similares, existem diferenças entre aromatizantes e emulsões saborizantes. Quem aí faz a diferença na escolha e na utilização? O bom confeiteiro. Para aprimorar as suas técnicas de confeiteiro, uma boa solução é recorrer a bons cursos, oferecidos por especialistas, como o curso profissionalizante da Mago.

Quer aprender diversas receitas incríveis usando nossas emulsões saborizantes? Baixe agora nosso e-book gratuito!