O que é funil de vendas e como aplicá-lo no negócio?

O marketing de varejo é uma estratégia importante para garantir o fluxo de clientes dentro da loja física. No entanto, seu negócio também precisa pensar na atração, conversão e encantamento dos clientes no ambiente digital. Para que essa estratégia de marketing seja bem-sucedida, você precisa conhecer o funil de vendas.

Também conhecido como pipeline, esse modelo estratégico apresenta a jornada do cliente desde o primeiro contato com seu negócio até a concretização da venda e, em alguns casos, até o pós-venda.

Ele ajuda a entender que o processo de compra ocorre em etapas que determinam o quanto o cliente está próximo de finalmente comprar o produto. Isso ajuda você a descobrir quais estratégias devem ser utilizadas em cada momento dessa jornada.

Continue a leitura e descubra como funciona o funil de vendas e como aplicá-lo em sua loja de produtos para confeitaria.

Como está dividida a jornada do cliente?

O funil de vendas está dividido em 3 etapas.

Topo do funil: a descoberta e o aprendizado

Também chamada de etapa da consciência, ela representa a fase em que o consumidor não estava à procura da sua loja ou até desconhecia a necessidade de comprar um produto para confeitaria.

O seu papel aqui é atuar como especialista. Ofereça um conteúdo acessível que eduque e desperte a curiosidade desse visitante para que ele se transforme em um lead qualificado, ou seja, com potencial de fechar uma compra.

O topo do funil também é uma oportunidade para conhecer melhor essas pessoas. Nesse caso, ofereça conteúdos como e-books ou infográficos que necessitam do preenchimento de um formulário.

Meio do funil: reconhecimento do problema e busca de uma solução

Aqui o visitante pode descobrir, por exemplo, que precisa de novas espátulas para a finalização dos bolos. Ou seja, ele agora tem uma demanda. Nessa etapa, esse cliente já procura soluções, e cabe a você apresentar técnicas e dicas que possam ajudá-lo.

O conteúdo oferecido para essa etapa do funil de vendas deve ser ainda mais informativo que o da etapa anterior. Evite exagerar nas menções à sua loja nas postagens, pois esse é o momento ideal para estreitar o relacionamento com esse cliente em potencial.

Fundo do funil: momento da decisão de compra

Aqui, aquele visitante que entrou em contato pela primeira vez e se transformou em um consumidor em potencial está pronto para comprar em sua loja. Se você adotou as estratégias corretas durante toda essa jornada, seu negócio já é reconhecido como referência no mercado e o consumidor sabe que pode confiar em você.

Então, é hora de investir em conteúdos que façam a apresentação de produtos de confeitaria que você vende ou de focar nas vantagens que sua loja oferece a esse consumidor, por exemplo.

Como adotar o funil de vendas na prática?

Aqui estão nossas dicas para você desenvolver esse modelo em seu negócio.

Mapeie a jornada de compra

Conheça a jornada de compra dos seus consumidores. Se você já tem um público considerável, desenvolva uma persona. Ela é criada a partir de uma pesquisa que define o perfil de consumidor ideal de sua empresa.

Se você ainda não tem uma estratégia de marketing desenvolvida, procure conversar com o maior número de clientes possível, descobrindo como eles chegaram à sua loja e o que fez com que eles comprassem em seu negócio. Isso ajuda a identificar os conteúdos que devem ser apresentados em cada fase do funil.

Defina etapas e prazos dessa jornada

Crie marcos que ajudem a identificar que o cliente está avançado pela jornada de compra. Além disso, defina quais os conteúdos serão utilizados para convencer esse consumidor a passar por cada fase o mais rápido possível.

Por fim, é necessário pensar em metas para cada uma das etapas. Por exemplo, você pode definir quantos contatos deseja obter de novos consumidores para a qualificação desses leads na etapa seguinte. Não se esqueça de pensar também nos indicadores que serão utilizados para a avaliação de desempenho.

Reveja as estratégias de marketing

Com o funil estruturado, é o momento de entender como você pode trabalhar para otimizar essa jornada. Algumas perguntas que você deve responder são: “Quantos usuários no topo do funil são necessários para bater a meta de vendas do mês?” ou “Qual a qualidade dos leads que chegam ao fundo do funil?”.

O trabalho de fidelizar e encantar clientes é mais eficiente com a compreensão da jornada do consumidor que compra em sua loja. Adote o funil de vendas em sua estratégia e garanta o sucesso de seu negócio.

Quer mais dicas para o seu negócio?

Acesse a nossa playlist sobre empreendedorismo!

Aproveite e siga nossas redes sociais. Em nossos canais no Facebook e no Instagram você encontra mais dicas para otimizar os resultados de sua loja.