O que são indicadores financeiros e quais você deve acompanhar?

Existem muitos indicadores financeiros que podem ser úteis, como a margem líquida ou o retorno sobre investimento. Pense nesses indicadores como métricas (isto é, números) que melhoram a compreensão da saúde e do desempenho do empreendimento.

Na prática, existem muitos benefícios ligados ao acompanhamento dos indicadores do financeiro. A compreensão mais profunda e sistêmica do negócio, por exemplo, assim como a melhoria na tomada de decisão, subsidiando mais crescimento e lucratividade.

Pensando na importância do assunto, ao longo dos próximos tópicos, apresentamos alguns indicadores financeiros que você deve acompanhar e como. Então, continue lendo!

Margem líquida

Um dos primeiros (e mais importantes) indicadores é a margem líquida. Em resumo, avalia o que sobra da receita da empresa, após o abatimento dos custos e despesas do período. Se a margem líquida é positiva, a empresa teve lucro. Se é negativa, teve prejuízo.

A título de exemplo, imagine uma empresa que faturou R$ 300 mil no primeiro trimestre de 2021. No mesmo período, seus custos e despesas totais foram de R$ 220 mil. Logo, tem-se uma margem líquida de R$ 80 mil, o equivalente a 26,6% da receita do período.

Retorno sobre o investimento

Outro importante indicador é o de retorno sobre investimento, normalmente abreviado para ROI. Seu objetivo é simples: avaliar o retorno obtido com certos investimentos, como o treinamento da equipe ou a aquisição de uma nova tecnologia, entre outras coisas.

O cálculo do ROI é bem simples, basta usar a seguinte fórmula:

  • ROI = [(retorno obtido – investimento) / investimento] x 100

Pense em uma empresa que investiu R$ 20 mil na aquisição de um novo sistema gerencial (o chamado ERP). Seis meses após a aquisição, observou-se um acréscimo de R$ 90 mil nas receitas. Ao utilizar a fórmula {[(90-20)/20)x100}, verá um ROI de 350%.

Rentabilidade

Muitos gestores confundem rentabilidade com lucro, mas são coisas diferentes. O lucro está ligado à margem líquida, isto é, ao que sobra após pagar todos os custos e despesas. A rentabilidade, por sua vez, é a medida de retorno sobre o capital aplicado no negócio.

  • Rentabilidade = (lucro líquido / investimento) x 100

Para ficar mais claro, pense em um empreendedor que investiu R$ 110 mil para abrir uma confeitaria. No primeiro ano de operação, o estabelecimento gerou lucro líquido de R$22,5 mil. Portanto, a rentabilidade [(22,5/110)x100] é de 20,45% do capital aplicado no negócio.

Crescimento ano a ano

O crescimento é algo bastante almejado pelos empreendedores. Na medida em que um negócio cresce, consegue atender mais clientes, contratar mais pessoas e gerar mais lucro. Para monitorar o crescimento, considera-se o faturamento de diferentes períodos.

  • Crescimento = [(R$ ano atual – R$ ano anterior) / R$ ano anterior] x 100

Novamente, pense no caso da confeitaria. Se no primeiro ano de operação o faturamento foi de R$ 135 mil e no segundo R$187 mil, o crescimento {[(187-135)/135]x100} é de 38,5%. Quanto maior o percentual de crescimento, em geral, melhor.

Como pode notar, existem diferentes indicadores financeiros que podem ser utilizados em seu empreendimento. Para acompanhá-los, é importante ter um ótimo controle do fluxo de caixa da empresa, assim como demonstrativos contábeis atualizados. Para otimizar seus resultados financeiros, é necessário contar com bons parceiros e fornecedores de confiança.

Gostou do nosso artigo, não é mesmo? Aproveite para entrar em nosso site, conhecer mais da Mago Indústria e descobrir como podemos ajudar seu empreendimento. Vamos lá!