O que é Drip Cake e como fazer esse bolo tendência?

Quem trabalha com confeitaria entende esse é um segmento bastante dinâmico e que tendências estão sempre surgindo. Se você se mantém por dentro das novidades, já sabe o que é Drip Cake (ou Dripping Cake). Se ainda não conhece, pode se tranquilizar, pois vamos explicar tudo sobre esse produto incrível, que, traduzido do inglês, é definido como um bolo em gotas ou bolo pingando.

Na verdade, esse efeito se deve à cobertura do bolo, que dá a impressão de que foi jogada em cima de um naked cake e ficou escorrendo —com aquele aspecto que desperta a vontade de passar o dedo na calda, antes que ela esparrame. É claro que, no Drip Cake, tudo é calculado para que o efeito seja o mais natural possível, de forma controlada.

Para saber mais sobre essa novidade e algumas dicas infalíveis, continue a leitura!

Como fazer o Drip Cake?

Existem alguns fatores que merecem a sua atenção para conseguir produzir o Drip Cake perfeito, tanto no sabor quanto no visual. Confira!

Corantes em gel

É certo que a clássica cobertura de chocolate sempre terá o seu lugar de destaque, mas no Drip Cake, a cobertura não precisa ser, necessariamente, na cor do chocolate escuro ou claro. Como é um bolo bastante divertido e lúdico, é possível usar os corantes em gel para colorir tanto a massa quanto a própria calda, de acordo com a temática. Sua criatividade e o desejo do cliente são os limites!

Tamanho do bolo

Não existem muitos limites para o tamanho de um Drip Cake, e também por isso ele tem sido bastante produzido para festas de casamentos e outros grandes eventos. Mas é preciso se manter atento à altura: como a calda deve escorrer para que o efeito seja bem bonito, o indicado é que ele seja alto, com, no mínimo, 12 centímetros de altura.

Temperatura

Assim como os demais bolos já tradicionais nas festas, o Drip Cake pode ser feito com horas de antecedência e ficar mais algumas em exposição. Portanto, é preciso ter cuidado com o uso de frutas no recheio e também na decoração, já que elas podem soltar água ou, ainda, estragar em temperaturas mais quentes. Mas se o cliente não abre mão delas, uma boa opção são as compotas.

Sustentação da massa

É possível fazer um Drip Cake como um Naked Cake, apenas com a calda escorrendo, ou optar por mais algum tipo de cobertura que possa ser refrigerada, como chantily, chantininho, glacê ou buttercream. Também é possível escolher uma camada mais fina ou mais espessa.

Se o bolo não tiver essa cobertura extra, não se esqueça de optar por uma massa que se sustente mais, como aquelas usadas nos nakeds. Com a cobertura, uma das massas mais usadas é a chiffon.

Cobertura

Os chocolates pretos e brancos são sempre opções clássicas, mas também é possível fazer o seu Drip Cake com cobertura de caramelo, merengue, glacê ou pontos diferentes de buttercream. A regra é que essa cobertura seja mais líquida, para que ela possa escorrer.

Quais receitas podem inspirar você?

Entre os sabores que estão fazendo bastante sucesso nos Drip Cakes, estão:

  • doce de leite com limão;
  • chantininho com chocolate;
  • brigadeiro;
  • decorações diferentes, como sorvetes e picolés “derretendo” no topo do bolo;
  • cobertura de chocolate rubi.

Por que apostar nessa tendência?

Os clientes do mercado de confeitaria estão sempre em busca das tendências, tanto para experimentar novos sabores quanto para surpreender em seus eventos com bolos inesperados. Nesse segmento, quem está sempre inovando se destaca em meio à concorrência.

Mas é importante lembrar que não basta a vontade de fazer. Um bom confeiteiro precisa se especializar constantemente, acompanhando o ritmo das novidades. Assim, será possível entregar o melhor produto, com sabor, qualidade e aparência impecáveis.

Agora que você já sabe o que é Drip Cake e como começar a fazer os seus bolos pingando, saiba que a Mago pode ajudar com uma extensa linha de produtos para confeitaria e diversos cursos do segmento.

Acesse nosso site para saber mais!