Transporte de bolo: 5 dicas essenciais para todo confeiteiro

A produção de bolos vai além da realização do pedido, da preparação de ingredientes e da decoração. No momento em que a ideia do bolo está sendo discutida, a questão do transporte deve ser analisada.

Imagine fazer um bolo de casamento complexo e extremamente decorado e no trajeto para a cerimônia um pequeno acidente faz com que todo o trabalho feito vá por água abaixo? Sem dúvidas esse é um dos problemas mais temidos na confeitaria. 

Por isso, preparamos algumas dicas simples, para que você faça o transporte dos seus bolos de forma mais prática. Confira!

Como fazer o transporte de bolo?

Pensar na logística é de extrema importância para que o produto não sofra nenhum tipo de dano no momento do transporte. Listamos 5 dicas para auxiliar você nessa questão. Confira no texto!

Providenciar embalagem adequada

A embalagem é o ponto principal para um transporte de bolo seguro. De nada adianta ter toda uma estrutura propícia para o deslocamento do bolo se a própria embalagem não assegura sua proteção.

Escolha caixas ou containers que tenham espaço suficiente para acoplar o bolo e uma base firme e antiderrapante. Caso o uso de caixa não seja uma opção, coloque faixas de cartolina formando alças para a proteção do topo e da decoração. Uma dica para firmar o bolo na base é usar chocolate derretido como uma cola e manter a estabilidade do mesmo.

Não colocar o bolo no banco ou colo

Levar o produto no banco ou no colo é arriscar um acidente e ter que lidar com o prejuízo. A instabilidade de uma superfície irregular não dá a firmeza necessária para que pequenos impactos sejam absorvidos sem danos maiores.

É extremamente necessário que o bolo seja transportado em uma superfície plana, podendo ser colocado no piso do carro ou em bancos abaixados e alinhados. Muito cuidado também na hora de retirar o bolo, porque uma simples inclinação da embalagem pode danificar a decoração.

Utilizar tapetes antiderrapante

Tapetes antiderrapantes são uma ótima pedida para o transporte de bolos, especialmente as encomendas grandes, por evitarem deslizamentos na hora do deslocamento. Não são caros e podem ser comprados no metro em lojas de tecido.

Transportar o topo separadamente

Bolos muito grandes, como ocorrem em encomendas de festas de 15 anos e casamentos, precisam de atenção especial. Montar o bolo todo antes do transporte pode ser um risco desnecessário. 

Além da dificuldade para a movimentação devido ao peso, um bolo muito alto apresenta muita instabilidade, deixando o produto à mercê de acidentes que podem muito bem ser evitados. Recomenda-se transportar as partes de forma separada e realizar a montagem no local final.

Carregue decoração e material extra para reparos

Como já diz o ditado, melhor prevenir do que remediar, certo? Mas infelizmente nem sempre conseguimos seguir o plano perfeitamente e imprevistos podem aparecer.

Pequenos acidentes podem acontecer e para se precaver, é interessante carregar peças extras de decoração e algumas ferramentas que podem auxiliar a reparar pequenos danos. É importante tentar de tudo para entregar o melhor produto com qualidade e zelo.

Aprender sobre o transporte de bolo é uma etapa muito importante para um bom serviço ao consumidor e consequentemente estimular as vendas. Além do mais, o transporte adequado protege não só o consumidor como o confeiteiro de problemas maiores.

Apesar de óbvio, vale lembrar que transportar um bolo com segurança é ótimo, mas também precisamos assegurar a qualidade do nosso produto, entregando um bolo saboroso, macio e bonito. 

Para isso temos o curso completo de confeitaria da Mago, que vai ensinar todas as técnicas e ferramentas necessárias para você se tornar uma confeiteira completa!

Gostou das dicas mostradas no texto? Entre em nossa página e confira mais informações sobre o curso profissionalizante de bolos da Mago!